quinta-feira, 10 de setembro de 2015

{Uma Nova História}

{Uma Nova História}



Antigamente eu escrevia apenas quando sofria (e como escrevia!). Com um punhado de letras metralhava o “oponente” com palavras afiadas de tristeza. Foram anos escrevendo e (se) ferindo com frases e orações escolhidas no fundo do abismo mais profundo da alma.
Meses se passaram e nenhuma palavra saiu pelos dedos. As armas foram guardadas, as lágrimas secaram e silêncio reinou. Hoje, voltei a derramar as velhas conhecidas lágrimas, como naquele tempo. Mas pela primeira vez, chorei sem sofrimento e tristeza. Chorei de saudade, de sentir falta do cheiro, do gosto. Chorei porque vou ficar longe. Chorei porque parei de escrever sobre dores. Chorei porque finalmente entendi: ágape.
Hoje, escrevo sobre cores. As cores que direciono para as pessoas que me fazem bem. Pra você, são todas elas. Uma mistura alegre e colorida de tudo que precisa para transformar o mundo. O nosso mundo! Que a cada dia, a cada desafio como esses tantos km que nos separam agora, pintamos um pedacinho.
Batendo hoje com suavidade nas teclas dessa máquina, continuo a escrever. Com um sorriso tranquilo e a lembrança do calor do meu peito. Agora, uma nova história. Talvez, inspirado em alguma obra já existente, em alguma heroína já existente. Quem sabe?!


sexta-feira, 4 de setembro de 2015

#Depois dos 40



"O valioso tempo dos maduros"



“Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora. 
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas. 
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo
que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados. 
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis,
para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral. 
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa.
Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, quero caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer a pena. 
E para mim, basta o essencial!"
Bora ser feliz meu povo e minhas povas!!!!!!!
Mário de Andrade


segunda-feira, 13 de abril de 2015

A história de Liz Murray ou como os sonhos se podem concretizar

Há dias estava a ver o programa da Oprah, quando ouvi falar de Liz Murray pela primeira vez. 

Filha de pais toxicodependentes, Liz teve uma infância difícil e assolada pela pobreza. Muitas vezes não havia dinheiro para roupa ou para comida. Numa noite, Liz e a irmã chegaram a dividir uma pasta de dentes para o jantar. 

Liz recorda os pais como pessoas que apesar dos muitos defeitos, eram incrivelmente carinhosos. No entanto, o vício falava mais alto, e chegavam a roubar o dinheiro oferecido às filhas pelos aniversários. 

Quando aos 17 anos a mãe morreu, a família separou-se e Liz passou a viver nas ruas. Era agora uma sem-abrigo. Contudo, esse ano mudou para sempre a sua vida. Liz decidiu que queria voar mais alto e que apesar das poucas habilitações, um dia obteria uma Licenciatura. 

Determinada, Liz usou um método que considero uma verdadeira lição: ela pensou que se trabalhasse um pouco todos os dias em prol do seu sonho, ao fim de um ano iria alcançar resultados. E saltando de degrau em degrau, chegaria à sua meta. Assim foi. Liz passou a dedicar-se completamente aos estudos. Soube que o New York Times atribuía bolsas aos melhores alunos. Com o seu esforço, concluiu o secundário, obteve uma bolsa e conseguiu licenciar-se em Harvard (a escola onde sonhou estudar). 

Liz Murray deu a volta por cima, não pela sorte que teve na vida, mas porque nunca desistiu de sonhar. Pouco depois escreveu “Breaking Night”, um livro onde relata a sua história e que é um sucesso de vendas. Considero-a uma verdadeira inspiração, alguém que me faz acreditar que os sonhos são possíveis… basta lutar por eles. Foto: Google images - Autor não identificado
Pensamento da Semana
{129/236}



"(…) Todos temos sonhos. Todos, sem excepção. 
No fundo todos querem acreditar que a sua presença breve cá na Terra pode servir para algo, significar algo para uma pessoa ou para muitas pessoas." 
Daniel Sá Nogueira

sábado, 3 de janeiro de 2015

Metáforas

Para 2015

Fausto Leonel Borges


Uma vez li alguma coisa a respeito de uma garota que pedia para a sua avó a solução de um problema grave. A avó disse: "suba, arrume suas gavetas e após fazer isso você terá a solução".
Experimentei perguntar para as pessoas mais velhas se realmente existe uma conexão e perguntei certa vez para a minha avó o que tinha a ver a gaveta com os problemas e ela muito sabiamente me falou que a gaveta desarrumada é o espelho da vida, então toda vez que você está com alguma coisa bagunçada, alguma área de sua vida manifesta bagunça. Toda vez que você está com alguma coisa desorganizada, essa desorganização se reflete na sua vida.
Lembre: você é um reflexo de Deus, um reflexo do universo. Você tem um mundo dentro de si. Sua casa é um reflexo de seus estados emocionais. Se você tem dentro de si reflexo do mundo, quando está desorganizado interiormente, manifesta isto exteriormente.
Quando essa manifestação exterior veio antes, você pode reorganizar o seu mundo interno mostrando simbolicamente que está arrumando externamente.
O universo funciona assim: o que está dentro está fora. O que está em cima está embaixo. O que está de um lado está de outro. Então se você lembrar sempre que pode influenciar o interior com o exterior e vice-versa, você tem a chave para a organização total.
No momento em que você limpa a sua gaveta e joga fora aquilo que não presta, está reprogramando simbolicamente o seu interior. É uma das melhores chaves para conseguir serenidade e respostas para problemas muito difíceis. Aproveite e arrume suas gavetas. Com certeza vai ajudar você a encontrar solução para muitos de seus problemas.
REFLEXÃO: "Arrumes suas gavetas" no sentido figurado, não quer dizer que são somente as gavetas. Você tem se livrar de tudo que é negativo, incluindo as pessoas ao seu redor que não contribuem em nada para o melhoramento da sua evolução nesta existência. Sua carteira com dinheiro desarrumado, bolsa bagunçada, o porta-luva do carro cheio de coisas que não fazem o sentido de estar ali, o seu carro sujo e cheio de papeis de propaganda,garrafas plásticas de água mineral vazias jogadas no assoalho do veiculo. Seu local de trabalho virados de pernas para o ar.Tudo faz parte das gavetas da sua vida.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Pesquisando muito por perceber e sentir alguns desses sintomas,nunca pensei que seria algo tão sério assim e que me deixaria sentindo tão péssima.
O conselho que dou: sentiu algo diferente, corre para investigar!


Insônia, cansaço extremo e inchaço podem indicar problemas na tireoide

Hipertireoidismo e hipotireoidismo são as doenças mais comuns deste órgão

Apesar de ser pequena, a glândula da tireoide é um órgão essencial para o bom funcionamento do nosso organismo. Nela são produzidos os hormônios T3 e T4, responsáveis por manter nossas células dentro dos eixos e acompanhar todas as funções do corpo. E é por isso que os problemas da tireoide - como o hipertireoidismo e o hipotireoidismo - causam sintomas em diferentes órgãos. Segundo dados do Instituto da Tireoide, 15% da população acima de 45 anos sofre de problemas na tireoide. Mais comum no sexo feminino, os problemas da tireoide afetam cerca de 10% das mulheres acima de 40 anos e em torno de 20% das que têm mais de 60 anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Além disso, a sociedade estima que 60% da população brasileira terá nódulos na tireoide em algum momento da vida, sendo que apenas 5% deles são cancerosos. Por seus diferentes sintomas, é comum que pessoas com problemas na tireoide suspeitem de outras doenças, demorando a pesquisar o problema corretamente. Confira as explicações dos especialistas e entenda os sinais que o corpo manda, dizendo que sua tireoide não está bem: 
  • mulher deitada na cama - Foto: Getty Images
  • homem com calor - Foto: Getty Images
  • homem no banheiro - Foto: Getty Images
  • balança - Foto: Getty Images
  • mulher se olhando no espelho - Foto: Getty Images
  • homem suando - Foto: Getty Images
  • homem com um coração desenhado na camiseta - Foto: Getty Images
  • mulher segurando um termômetro - Foto: Getty Images
  • exame de tireoide - Foto: Getty Images
DE 9
mulher deitada na cama - Foto: Getty Images

Falta ou excesso de energia

Os hormônios da tireoide são responsáveis pelo nosso metabolismo basal - eles estimulam nossas células a trabalharem e garantem que tudo funcione corretamente em nosso corpo. Quando produzimos esses hormônios em excesso (hipertireoidismo), o metabolismo passará a funcionar de forma acelerada. É como se fossemos uma máquina a vapor que está recebendo mais carvão que o normal, passando a trabalhar rapidamente. "Isso deixará o paciente muito agitado e com episódios frequentes de insônia, já que seu metabolismo estará constantemente acelerado, causando essa disposição constante", diz o endocrinologista Mauro Scharf, do Laboratório Exame, em Brasília. "Quando a tireoide não está produzindo quantidade suficiente de hormônios (hipotireoidismo), o metabolismo fica mais lento, e como resultado temos o cansaço excessivo, com o paciente dormindo mais do que o normal."  
homem com calor - Foto: Getty Images

Percepção de calor e frio alterada

Quando sentimos frio, nosso cérebro estimula a liberação dos hormônios da tireoide, justamente para que o metabolismo se acelere e o corpo, por consequência, fique mais quente. E esse processo também pode acontecer no sentido inverso: "no hipotireoidismo é comum que a pessoa tenha mais frio que o normal e no hipertireoidismo sofra mais com o calor, justamente porque seus metabolismos estão lento ou acelerado demais, ficando constantemente com a temperatura corporal mais baixa ou alta", afirma a endocrinologista Gisah Amaral de Carvalho, vice-presidente do departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia regional do Paraná. 
homem no banheiro - Foto: Getty Images

Problemas intestinais

O funcionamento correto do metabolismo também interfere na eficiência de nosso trânsito intestinal - e os hormônios da tireoide não poderiam ficar de fora. "Uma pessoa com hipotireoidismo fica com o intestino mais lento, e portanto é comum a prisão de ventre", afirma o endocrinologista Mauro. "No caso do hipertireoidismo, há um aumento do trânsito intestinal devido ao rápido funcionamento do metabolismo, levando a um maior número de evacuações e até mesmo diarreia", completa Gisah Amaral de Carvalho. 
balança - Foto: Getty Images

Alterações no peso

O hipotireoidismo pode causar uma alteração nas concentrações de sódio e água do organismo - também chamado de desequilíbrio eletrolítico - levando à retenção de líquidos. "Isso acarreta no aumento de até 10% do peso corporal total", afirma a endocrinologista Gisah. "Já no hipertireoidismo ocorre perda de peso, porque um metabolismo acelerado aumenta o gasto calórico", completa. Segundo a especialista, as duas condições se normalizam quando é feito o tratamento adequado.  
mulher se olhando no espelho - Foto: Getty Images

Inchaços pelo corpo

"Assim como a retenção de líquidos do hipotireoidismo causa aumento de peso, ela também pode dar sinais na forma de inchaço, principalmente nas áreas do rosto e nas extremidades do corpo, como mãos e pés", explica Mauro Sharf.  
homem suando - Foto: Getty Images

Pele seca e sudorese excessiva

Com o aumento do metabolismo e da temperatura corporal causado pelo hipertireoidismo, o organismo tende a suar mais que o normal, como se a pessoa estivesse sempre muito ativa, ainda que parada. "Enquanto no hipotireoidismo, as baixas taxas metabólicas interferem na boa lubrificação da pele, deixando-a com um aspecto mais seco", diz o endocrinologista Mauro.  
homem com um coração desenhado na camiseta - Foto: Getty Images

Taquicardia e tremores

Quando sofremos um susto ou estresse acentuado, nosso corpo entra em estado de alerta, aumentando os batimentos cardíacos e gerando uma descarga de adrenalina, que causa tremores em nosso corpo. E os hormônios da tireoide são os responsáveis por causar essas reações. "No hipertireoidismo ocorre um estímulo excessivo, que aumenta os batimentos cardíacos e a resposta à adrenalina constantemente, ocasionando os tremores e a retração palpebral (olhar assustado)", afirma a endocrinologista Gisah.  
mulher segurando um termômetro - Foto: Getty Images

Febre e dificuldade para engolir

Pode ser que você sofra uma inflamação no órgão (tireoidite), gerando sintomas como dificuldades para engolir (por conta do inchaço) e febre moderada. "É um quadro incômodo, porém sem gravidade na maioria dos casos", diz a endocrinologista Roberta Frota, do Hospital 9 de Julho, em São Paulo. "No entanto, se a febre estiver acompanhada de outros sintomas comuns do hipertireoidismo, o paciente pode estar com uma manifestação mais severa da doença, devendo procurar ajuda de um especialista."  
exame de tireoide - Foto: Getty Images

Tumores na tireoide


câncer de tireoide ou tumores benignos na tireoide no geral não apresentam sintomas, sendo identificados apenas com exame médico. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia recomenda que as pessoas tenham o hábito de realizar o autoexame em casa, principalmente quem tem casos de alterações ou problemas na tireoide na família. Vale lembrar que o procedimento é um método de alerta para levantar uma suspeita no paciente, mas de maneira alguma serve como diagnóstico ou substitui uma consulta médica. Confira o passo a passo do autoexame a seguir.

1. Segure o espelho e procure no seu pescoço a região logo abaixo do Pomo de Adão - é nesse local que se encontra a tireoide.
2. Estenda a cabeça para trás para que esta região fique mais exposta, mantendo-a no foco do espelho.
3. Beba um gole de água e engula. Nesse ato, a tireoide sobe e desce.
4. Observe se há algum nódulo ou protuberância na sua tireoide, lembrando sempre de não confundi-la com seu Pomo de Adão. Repita este teste várias vezes até ter certeza.
5. Caso encontre alguma alteração, procure seu endocrinologista.